Seguimento ambiental

seguimento ambiental de um projeto ou atividade tem por finalidade assegurar que as variáveis ambientais relevantes, que deram origem aos Estudos de Impacto Ambiental, evoluem de acordo com o estabelecido na documentação que faz parte da avaliação respetiva, em particular o disposto na Declaração de Impacto Ambiental.

Os nossos serviços incluem a planificação, coordenação e execução de seguimentos ambientais e Planos de Vigilância Ambiental, totalmente adaptados às características de cada projeto e que abarcam de forma integrada todas as suas fases.

  • Seleção das variáveis ambientais relevantes que o seguimento deverá contemplar.
  • Avaliação dos componentes do meio ambiente que serão objeto de medição e controlo.
  • Localização dos pontos de controlo e dos parâmetros que serão utilizados para ver a evolução.
  • Avaliação dos níveis quantitativos ou limites permitidos ou comprometidos
  • Estimativa da duração e frequência do plano de seguimento para cada parâmetro.
  • Estabelecimento do método ou procedimento de medição de cada parâmetro.
  • Determinação do prazo e frequência de entrega dos relatórios às entidades competentes.

Procuram-se soluções específicas para a proteção de afeções à flora, fauna, paisagem, vestígios arqueológicos, elementos etnográficos, bens culturais, etc., mediante a aplicação de todo tipo de medidas preventivas, protetoras, minimizadoras, corretoras ou compensatórias a desenvolver em qualquer das fases do projeto (prévia, construção, funcionamento ou desmantelamento).

Verificação e emissão de certificados de cumprimento das condicionantes ambientais e mediação com a administração e ONGs para favorecer a viabilidade dos projetos. Realizam-se atuações de emergência, planos de contingência, planos de intervenção, trasladação de elementos de interesse, peritagens judiciais, entre outros.

Controlo da qualidade ambiental em obras, nomeadamente da qualidade atmosférica e da contaminação acústica, da qualidade da água, controlo de escorrências e derrames, efluentes e redes de drenagem, e outras afeções ao sistema hidrológico; e finalmente o controlo da qualidade e integridade do solo, contaminação por metais pesados, remoção e correta conservação da cobertura natural, etc.